sexta-feira, 9 de novembro de 2007

A natureza: ciência exata?


A natureza é interessantíssima. Vive noite e
Dia, em um incessante ciclo sem começo nem
Fim... regida por uma tácita disciplina.

Cinco e trinta... ouve-se um longo cucu
Rucuuuuu! Constante e bem entoado... Bom
Dia! Levanto-me e vejo andorinhas, pombos e
Rolinhas sentadas à mesa no aguardo de sua
Refeição matinal.

As vaquinhas já se aproximam do local do escambo...
Juntas de seus familiares e dos carneiros, que
Negociam suas ações de longo prazo.

Seis horas... avista-se timidamente o Senhor do
Dia... ou quem sabe, vale intitulá-lo como
Rei... ou Astro Rei. Este, rapidamente
Verifica as condições da estrada, pois sabe que,
Sem desculpas, uma hora depois da outra
Seis horas, deverá encerrar seu turno.

Tímida, segura, misteriosa e inspiradora... Se transfigura
Previsivelmente, sem perder sua imponência
Monárquica. É ela, a princesa da noite: Lu
A autoridade máxima de seu turno. Com maestria,
Rege em diferentes lagoas, múltiplos e fantásticos corais... sapos, cigarras e
Outros músicos compõem sua orquestra.

Mas... nem sempre a terra é redonda...

Existiam o que chamávamos de estações do ano. Aguardávamos
Julho para tirarmos os casacos do fundo do armário,
Sentarmos à beira da lareira e comermos um fundue de choco.

No verão, o tão esperado calor das férias
(quando ainda tínhamos)
Nos aguçava o desejo daquela cervejinha a beira da piscina, em
Parceria com um aperitivo... humm!
Mas era acompanhado, constantemente, das famosas chuvas de verão, que
Ajudavam a umidecer o ar que respiramos...

Eh!!

O ar está cada vez mais seco
Os rios estão cada vez mais secos
As pessoas estão cada vez mais secas
As plantas, quando encontradas, ...


Meu deussssss!!!!!

Será que corremos o risco de começarmos a acordar com o
Canto das corujas, e de a princesa virar rainha?
Será que Freud explica? Ou quem sabe Einsten?
Aliás, o “qui qui” temos a ver com isso?


(Felipe Carvalho)

novembro de 2007

8 comentários:

Kauê disse...

Caramba felipe suas poesias, tem o dom de fazer a gente parar, e reflite mto!!! =D
Parabéns meu parceiro !!!
Sucesso absoluto =p
Como vc diz: >>> Vem !!! <<<

Marcela disse...

Fêe...
Faço minhas as palavras do Kauêe!

Mais uma vez...PARABÉNSS!!!

Não dá pra se meter com esse poeta msm!!
rsrsrsrs

Evy disse...

Ótimo texto!Acho q estamos no fim dos tempos...a fauna e a flora estão perdidas e o q será de nós hein?
Bju

Carol Lupe disse...

Cada dia melhor...

Cada dia um assunto e um rumo...

E eu to acompanhando... dia a dia...

Bjão Amigo...

Mari disse...

Felipíssimo,

Você me surpreende a cada dia!!! Muito bem trabalhado e cheio de ambiguidades... tá ficando cada vez mais malandro, viu... e olha, vou insistir: tem talento pra fotógrafo rsrsrs...

Um beijo enooooorme, master!!!!

Roberta disse...

Esse � o Felipe educador. N�o perde tempo pra passar uma mensagem de reflex�o. Muito lindo.
Bjos

Andréa Cristo disse...

Muito boa comtemplação da natureza. Te fundes com os detalhes que para muitas pessoas passa despercebido. Obrigada pelo teu comentário no meu blog e pela visita. Apreciei muito tua sensibilidade e sinceridade. Abraços.

Debinha disse...

Migoooo

Quantas poesiasss.... huhuhuu !!!
Estão muito legais mesmo ..... DOREI... Parabens !!

Beijos SUPER
Debinha