domingo, 4 de novembro de 2007

Ame!

Ame! Ame a si
No infinito coração.
Verás! Mesmo se alguém partir,
Ainda terás motivação.

Ame a quem sentir que
Merece ser amado.
Abra e tente permitir ter
Um coração lapidado.

Ame os animais que
Se fazem entender,
Mesmo sem saberem ler, que
Também somos animais.

Ame mais, demais!
Prometa o que podes cumprir. Não
Desista se alguém sucumbir
Nesse mundo que pede PAZ.

(Felipe Carvalho)
set - 2007

Um comentário:

Mari disse...

Eros, filos ou ágape? Não importa, o principal é amar a si mesmo. Quando nos amamos, podemos amar os outros sem medo. É muito importante saber que precisamos estar inteiros, completos e seguros para viver o amor. Senão, cometemos muitos erros, tornamo-nos inseguros e acabamos, mesmo sem querer, estragando as coisas. Quando estamos bem, conseguimos nos permitir e fazemos as coisas muito mais bem feitas, conseguimos transmitir o amor a todos, o tempo todo. Adorei a parte dos animais (por que será?). Gosto dos conceitos que você aborda. Gostei também da organização das suas rimas. Você alternou, ficou muito bom. Ame!! Rs... Beijosssss.